ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA APROVOU HOJE CONCESSÃO DE HONRAS DE PANTEÃO NACIONAL A EÇA DE QUEIROZ

0
503

A Assembleia da República aprovou hoje, dia 14, uma resolução apresentada pelo grupo parlamentar do PS, para conceder honras de Panteão Nacional ao escritor e diplomata português Eça de Queiroz

Este projeto apresentado mereceu a anuência de todos os grupos parlamentares. Tem como finalidade o reconhecimento e homenagem pela obra literária ímpar e determinante na história da literatura portuguesa de José Maria Eça de Queiroz

O documento prevê a constituição de um grupo de trabalho, com a incumbência de determinar a data a definir e orientar o programa de transladação dos restos mortais do escritor, do cemitério de Santa Cruz do Douro, Baião, onde se encontra em jazido da família, para o Panteão Nacional, em Lisboa, em articulação com as demais entidades públicas envolvidas, assim como um representante da Fundação Eça de Queiroz.

Como já informamos na nossa edição n.º 716, de 21 de dezembro, a iniciativa partiu de um repto lançado pela Fundação Eça de Queiroz e insere-se no espírito da lei que define e regula as honras de Panteão Nacional, destinadas a distinguir e homenagear cidadãos portugueses que se distinguiram por serviços prestados ao país, no exercício de altos cargos públicos, altos serviços militares, na expansão da cultura portuguesa, na criação literária, científica e artística ou na defesa dos valores da civilização, em prol da dignificação da pessoa humana e da causa da liberdade.

O deputado Baionense do Partido Socialista José Luís Carneiro iniciou hoje a sua intervenção no debate parlamentar, que discutiu a resolução, precisamente por recordar a definição dos critérios para propor honras de Panteão Nacional, afirmando que Eça de Queiroz “é superiormente singular e um dos maiores vultos da literatura e cultua nacional”, referiu aquele deputado.

De salientar que a nível local (Santa Cruz do Douro), há uma grande contestação de oposição à trasladação dos restos mortais de Eça de Queiroz para o Panteão Nacional, por parte de muitas pessoas e também da Junta de Freguesia de Santa Cruz do Douro e São Tomé de Covelas.

Mais detalhes sobre este assunto na nossa edição em papel do próximo dia 20 de janeiro.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 − 7 =