BAIÃO E MARCO DE CANAVESES UNIDOS PARA RECEBER E TRATAR DOENTES COM COVID-19

0
641

Nota do  Município Baionense, dá conta de que está em curso a criação de uma “Área dedicada a Avaliação e Tratamento de Doentes” (ADC) para enfrentar o surto COVID-19.

A estrutura ficará instalada em Marco de Canaveses e irá servir a população do concelho marcuense e de Baião.

As ADC são estruturas delineadas pela Direção-Geral de Saúde e inserem-se no esforço de combate nacional à pandemia COVID-19. São uma primeira resposta na área da saúde, que poderá realizar diagnóstico de infeções com COVID-19 e prestar cuidados médicos.

A estrutura ficará instalada no Hospital Santa Isabel e dará resposta clínica a casos detetados nos dois concelhos.

As autarquias de Baião e de Marco de Canaveses, em articulação com as autoridades de saúde, estão a colaborar na preparação da estrutura:

1-    Implementação de centrais de atendimento telefónico para contacto com os cidadãos através do número da Unidade de Saúde Familiar local;

Para este serviço de apoio e resposta via telefone à comunidade, além dos técnicos da área da saúde, os municípios afetaram os seus técnicos superiores da área social. Este serviço conta também com a imprescindível colaboração dos técnicos das IPSSs (Instituições Particulares de Solidariedade Social) e alguns voluntários da comunidade, que se disponibilizaram para as funções de atendimento telefónico.

2- Reforçar a rede de apoio médico e enfermagem ao domicílio.

Para que médicos e enfermeiros possam realizar domicílios aos utentes, as autarquias, Baião e Marco, e a Santa Casa Misericórdia do Marco, vão disponibilizar motoristas e viaturas, para reforçar e ajudar na operacionalização deste serviço de apoio ao domicílio.

Para que os nossos profissionais de saúde possam manter a prestação de serviço à população vamos garantir alimentação e alojamento para as equipas aos profissionais de saúde da ADC;

Além destas medidas, os municípios garantem disponibilidade para colaborar em apoio logístico (tendas, casas de banho, lavatórios, material de desinfeção e equipamentos de proteção individual, como luvas e máscaras).

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, entende que este é um projeto de grande importância para os cidadãos baionenses. “Enfrentamos um grande desafio de combate a esta epidemia. É fundamental garantir a mobilização de todos os recursos para podermos ajudar as nossas populações. E esta iniciativa de união de esforços mostra que «juntos somos mais fortes e conseguimos fazer melhor»”.

A presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Cristina Vieira sublinha que as medidas que estão a ser tomadas devem ser acompanhadas do esforço conjunto por parte da população. “Estamos empenhados e tudo temos feito para dar as respostas adequadas neste momento particularmente delicado, tanto no apoio à população, neste caso, dos dois concelhos, como aos profissionais de saúde, socorros e segurança. É importante lembrar, no entanto, que todo este esforço só terá efeito se todos agirem de forma responsável, cumprindo escrupulosamente as instruções das autoridades”.

A articulação das autarquias da região no combate ao COVID-19 alarga-se à dimensão regional, existindo uma coordenação e articulação das respostas no seio da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa.

O projeto contará com a preciosa colaboração da Santa Casa da Misericórdia de Marco de Canaveses e de Baião, dos Bombeiros Voluntários de Marco de Canaveses e dos Bombeiros Voluntários de Baião, Bombeiros Voluntários da Santa Marinha do Zêzere, delegações da Cruz Vermelha do Marco de Canaveses e Alpendorada. Também os cidadãos poderão associar-se a título voluntário, recebendo formação para poderem ajudar neste importante esforço.

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

12 − one =