CÂMARA DE BAIÃO VOTA AMANHÃ O LANÇAMENTO DO CONCURSO DA REQUALIFICAÇÃO DA EN 304-3

0
215

O Município de Baião vai votar em reunião de câmara de amanhã, quarta-feira, o lançamento do concurso público para a requalificação da Estrada Nacional 304-3, obra orçada em cerca de 1,7 milhões de euros.

 

A E.N 304-3, que serve os concelhos de Baião (Distrito do Porto), Resende (Viseu) e Mesão Frio (Vila Real), assume-se como uma importante via de comunicação regional entre o Baixo Tâmega e o Douro Sul e encontra-se em mau estado de conservação em vários pontos do trajeto.

A obra prevê a requalificação de um troço de 16 quilómetros, vai a concurso por um valor de 1.694.253.27 euros. A Infraestruturas de Portugal comparticipa a obra com um valor até 1 milhão e 260 mil euros.

“Estamos muito satisfeitos. Apesar do valor do concurso ir cerca de 253 mil euros acima do inicialmente previsto e que terá de ser assumido pela câmara, não poderíamos perder esta oportunidade. Esta é uma obra de grande relevo para o Concelho de Baião que há mais de 17 anos espera, legitimamente, por uma intervenção digna para esta via. Tenho a certeza de que estas obras vão trazer melhores condições de mobilidade e que vão reforçar as condições de segurança, que são uma prioridade máxima para nós”, referiu Paulo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Baião, citado num comunicado.

Recorde-se que a responsabilidade de manutenção e gestão da Estrada Nacional 304-3 foi transferida do Estado Central para o Município de Baião, em janeiro de 2005, no âmbito de um acordo que pressupunha a sua requalificação com recurso a fundos comunitários. Contudo, essa requalificação nunca veio a acontecer.

“A realização destas obras obrigaria a um avultado investimento, pelo que a Câmara Municipal de Baião entendeu sempre que seria de elementar justiça que a obra tivesse apoio ou fosse assumida pelo Estado Central”, refere fonte da autarquia.

“A melhoria desta estrada é muito importante. Já andamos “a lutar” por esta obra há muitos anos. Fomos sempre realizando diligências nesse sentido e sempre que tínhamos reuniões com responsáveis governativos da área da rodovia, colocávamos este assunto em cima da mesa, juntamente com outras necessidades de investimento para o nosso concelho, nomeadamente a eletrificação da linha do Douro, ou as ligações de Baião à Ponte da Ermida e de Soalhães a Mesquinhata”, referiu Paulo Pereira.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

15 − 13 =