CINFÃES QUER TORNAR-SE UM DESTINO PARA OS NÓMADAS DIGITAIS

0
147

A Câmara Municipal de Cinfães quer integrar a primeira vaga de nomadismo digital do país, tirando partido, sobretudo, das características únicas e naturais do território.

 

O primeiro passo foi dado, no dia 14 de outubro, com a realização de um workshop dedicado ao nomadismo digital, no Auditório Municipal, com o apoio da “Digital Nomad Association Portugal”, entidade responsável pelo desenvolvimento deste novo modelo de trabalho baseado no trabalho remoto a partir de locais tranquilos e inspiradores para os diversos profissionais.

O encontro contou com a presença de vários empresários locais da restauração, alojamento e empresas de animação turística e ainda dos alunos dos cursos profissionais da Escola Profissional de Cinfães e da Escola Secundária Professor Doutor Flávio Pinto Resende.

Estes profissionais procuram territórios com boas condições de acesso à Internet e a oportunidade de desfrutarem do turismo local, de um estilo de vida mais tranquilo, em contacto com a natureza. Razões pelas quais a Digital Nomads Association elegeu Cinfães para a realização desta atividade, a par de mais nove localidades noutros pontos do país.

A associação apresentou soluções práticas e algumas sugestões para que o território cinfanense possa vir a acolher profissionais de todo o mundo, das mais diversas áreas, constituindo-se como um cluster nesta área do nomadismo digital.

O objetivo principal é tornar Cinfães num destino para os nómadas digitais, uma ideia muito bem acolhida pelos empresários locais presentes no evento.

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × four =