DOLMEN PROMOVEU SEMINÁRIO DO GRUPO OPERACIONAL VESPA VELUTINA

0
157

A Dolmen realizou, no dia 12 de novembro, o seminário “Desafios na Atividade Apícola”, uma ação de partilha de conhecimento gerado, com destaque nas exigências da atividade apícola face à legislação em vigor e nas oportunidades e desafios do setor.

 

A sessão de abertura esteve a cargo do vice-presidente do Município de Amarante, Jorge Ricardo, e do presidente da Dolmen, Gabriel Carvalho, que salientaram a importância e a pertinência do tema em debate para o bem-estar das comunidades e do ambiente.

Gabriel Carvalho relembrou, ainda, que “o trabalho realizado em parceria com a comunidade científica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, tem enaltecido, significativamente, a missão da Dolmen junto da população, nomeadamente, dos apicultores que enfrentam atualmente diversas adversidades na sua atividade”.

O coordenador do Serviço Municipal de Proteção Civil de Amarante, Hélder Ferreira, deu a conhecer a atuação da Proteção Civil no combate à vespa, apresentando a evolução desta problemática partilhando as estratégias que têm vindo a ser adotadas na sua mitigação, apresentando os equipamentos e meios utilizados.

José Aranha, professor da UTAD e coordenador científico do projeto, apresentou o ponto de situação dos resultados da investigação que tem sido efetuada ao longo dos últimos anos. Abordou, também, a importância de armadilhar junto dos apiários e os métodos mais eficazes, realçando as harpas eletrificadas que servem para eletrocutar as vespas que atacam as abelhas na entrada das colmeias. As harpas têm provado diminuir significativamente a predação, permitindo a saída das abelhas.

Alexandre Vieira, presidente da Associação de Apicultores do Marão e empresário apícola, abordou a complexidade e as exigências da atividade apícola face à legislação em vigor.

Por fim, houve ainda um momento de reflexão, onde os apicultores e empresários apícolas Tiago Morais e Alexandre Morais, partilharam o seu testemunho nos Desafios e Oportunidades sentidas no setor.

Esta iniciativa insere-se no âmbito do Grupo Operacional – Controlo e minimização de prejuízos da espécie invasora Vespa velutina nigrithorax na produção apícola, sendo cofinanciado pelo PDR 2020.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − seventeen =