PILOTOS DE BAIÃO E RESENDE COM BOA PRESTAÇÃO NA RAMPA DO CARAMULO

0
291

PILOTO BAIONENSE JOSÉ BORGES CONSEGUE SEGUNDO LUGAR NA SUA ESTREIA NA RAMPA REGIONAL DO CARAMULO

José Borges, um piloto oriundo de Santa Marinha do Zêzere, Baião, estreou-se no Campeonato Portugal de Montanha JC Group no passado fim de semana, na Rampa Regional do Caramulo, ao volante do seu Peugeot 206 GTI, onde obteve uma boa classificação, ao conseguir o segundo lugar do pódio.

O estreante, José Borges, referiu ao nosso jornal “considero que foi uma boa estreia, é a primeira vez que corro, não conhecia a rampa, e o comportamento do carro, e no pouco tempo que tive em prova, foi para conhecer o carro, ver bem o traçado para assim poder andar depressa, e conseguir o melhor resultado. Bem queria o primeiro lugar, mas a verdade é que o jovem Rodrigo Correia já anda “nestas andanças” há uns anos a esta parte, e depois com um iniciado como é o meu caso, penso que o 2.º lugar já é um resultado bem positivo, mas também queria acrescentar se as condições atmosféricas fossem, outras, de certeza que estava em condições de discutir a vitória. Gostei do que vi, diverti-me, estive com bons amigos, se houver Rampa Regional em Boticas possivelmente poderei alinhar”.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL RAMPA REGIUONAL DO CARAMULO

1.º Rodrigo Correia – Kia Picanto

2.º JOSÉ BORGES – PEUGEOT 206 GTI

3.º Celso Fonseca – Citroen Saxo

 

SEGUNDO LUGAR DO PÓDIO PARA O RESENDENSE JOSÉ CARLOS POUCA SORTE NA RAMPA DO CARAMULO – CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA TURISMOS 2 

Uma das surpresas desta jornada, foi o segundo lugar conquistado pelo Resendense, José Carlos Pouca Sorte, ao volante do seu BMW M3, na Rampa do Caramulo.

Após a cerimónia de entrega de prémios, José Carlos Pouca Sorte estava satisfeito com o excelente resultado dizendo “não foi de modo algum um fim de semana fácil, pois no sábado andamos bem sem grandes problemas, mas no domingo com aquelas condições atmosféricas foi deveras difícil transmitir toda a potencia do carro ao chão. Para além disso não dispúnhamos dos pneus adequados a este tipo de condições atmosféricas, foi um desafio que consegui superar ao obter esta 2ª posição, que me deixa obviamente muito satisfeito, sendo o meu melhor resultado esta época. Agora há que começar a pensar na última prova, a Rampa de Boticas, onde para ser franco gostava de repetir esta posição, vamos lá ver como vai correr”, conclui José Carlos Pouca Sorte.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA -. TURISMOS 2

1.º Joaquim Teixeira – Cupra TCR

2.º JOSÉ CARLOS POUCA SORTE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

five × four =