A Brigada de Sapadores Florestais da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa), que iniciou o seu trabalho efetivo no terreno há dois meses, já procedeu à intervenção em cerca de 25 hectares de mancha florestal da região, um importante contributo na prevenção da ocorrência de incêndios.
Os trabalhos, desenvolvidos em estreita articulação com os Gabinetes Técnicos Florestais dos 11 municípios que integram a CIM do Tâmega e Sousa e com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), decorreram em zonas com maior vulnerabilidade aos incêndios, por corresponderem a manchas florestais ou pela sua proximidade a estas. São os casos da serra da Aboboreira, em Baião, da Zona Industrial de Castelo de Paiva, da serra de Montedeiras, no Marco de Canaveses, das freguesias de Souselo, Fornelos e Nespereira, em Cinfães, e da freguesia de Sousela, em Lousada.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

two × three =