VÍTOR PASCOAL CONQUISTOU A VITÓRIA NO 8º CONSTÁLICA RALLYE VOUZELA

0
399

No passado fim-de-semana, Vítor Pascoal, natural de Baião, conquistou a vitória no 8º Constálica Rallye Vouzela, quinta jornada do calendário do Campeonato Portugal RGT de Ralis.

O piloto baionense, acompanhado por Ricardo Faria, mostrou o seu melhor ao melhor nível desde o primeiro momento, mantendo um ritmo superior a toda a concorrência, confirmado como o melhor tempo nas seis especiais do evento. “Tudo funcionou na perfeição. Estivemos sempre confiantes, o Porsche 911 GT3 Cup esteve irrepreensível e a meteorologia também colaborou, o que nos permitiu ser rápidos, mesmo que com algumas cautelas”, começou por explicar o piloto, Vítor Pascoal.

Esta vitória é a terceira do ano para o atual campeão nacional de RGT e representa mais um passo fundamental para o objetivo traçado para esta época. “O foco é a renovação do título e por isso é muito importante somar o máximo de pontos em cada prova. Sabíamos que este seria um rali exigente, mas do qual saímos satisfeitos e com uma prestação que superou as expectativas, mas que obrigou a um grande nível de empenho e concentração”, relatou.                             

               

Vítor Pascoal no final da prova dedicou a sua vitória a todos os que o acompanham. “Este triunfo vai para os nossos parceiros, que tornam o nosso projeto uma realidade e a quem muito agradecemos toda a aposta e confiança. Um obrigado também à minha equipa por todo o trabalho, e em particular ao Ricardo Faria pela dedicação, ele que me acompanha dentro do cockpit do Porsche. Por último, e também muito importante, um agradecimento à minha família, amigos e adeptos pelo forte apoio durante todo o evento”, agradeceu.

As atenções do piloto baionense são agora dirigidas para o Rallye Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande, que acontece nos dias 15 e 16 de outubro, uma prova onde a equipa admite focar-se mais uma vez na vitória, apostando numa “toada de equilíbrio entre rapidez e consistência”.

“Vai ser bastante desafiante, até porque iremos estar mais focados em não cometer erros, do que em explorar os limites. Nesta fase é preciso gerir a vontade de querer ser rápido, em prol da eficácia dos resultados, a fim de prevenir excessos. Um autocontrolo que é a antítese do desejo de um piloto, mas que por vezes faz parte da competição automóvel para podermos alcançar as metas traçadas, como foi o caso deste fim-de-semana”, concluiu Vítor Pascoal.

Mariana Carneiro

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nineteen − 11 =